Possuo uma captação de água para consumo próprio, mas tenho rede de abastecimento público na minha rua. Sou obrigado a ligar à rede pública?  
Sim. Esta obrigatoriedade tem por objectivo assegurar uma melhor protecção do ambiente e da saúde pública, bem como a sustentabilidade económica e financeira dos serviços de abastecimento de água. De acordo com o disposto no nº 3 do artigo 42º do Decreto-Lei nº226-A/2007, de 31 de Maio, um sistema de abastecimento particular produz água para consumo humano sob responsabilidade de uma entidade particular, só podendo funcionar na condição de impossibilidade de acesso ao abastecimento público, ficando sujeito aos requisitos legais para este tipo de utilização. 
No caso de estar ligado à rede de abastecimento público, pode utilizar a sua captação nos espaços exteriores, para rega por exemplo, contudo os sistemas devem estar devidamente separados. É legalmente proibido utilizar o mesmo sistema de canalizações para uso de água da rede pública e água de captação privada.
Posso beber água da rede de abastecimento público?
Sim. A água da rede de distribuição do concelho de Esposende é analisada todas as semanas e os resultados comprovam a potabilidade. A água que sai nas torneiras dos consumidores da rede de água de Esposende tem qualidade assegurada e comprovada pelos registos das análises efectuadas, em regra em número superior ao estabelecido por lei, procurando a Esposende Ambiente o integral cumprimento dos parâmetros legalmente fixados. Mil vezes mais económica que a engarrafada, a água consumida directamente da torneira evita a embalagem em plástico ou vidro, a produção de toneladas de CO2 e de resíduos, contribuindo para a protecção ambiental.
O que significa “ÁGUA POTÁVEL”?
Água potável é como chamamos à água que pode ser consumida sem risco 
para a saúde pública.
Porque é que às vezes a água a agua cheira a cloro ? Qual a importância do cloro? 
A água pode parecer potável, apenas sob os aspectos organolépticos (cor, cheiro, sabor e turvação), mas para protecção contra o risco de contaminação microbiana deve sofrer um processo de desinfecção, que vai eliminar os germes nocivos à saúde e garantir a qualidade da água. O cloro é um desinfectante utilizado no tratamento da água para garantir a qualidade microbiológica da mesma ao longo de todo o seu percurso, desde as Estações de Tratamento, passando pela Rede de Distribuição, até à torneira dos consumidores. Assim, é necessário manter uma quantidade residual de cloro ao longo de toda a rede, de forma a garantir a sua actuação em qualquer ponto, caso haja uma rotura ou infiltração externa. Devido a este cloro residual, ocasionalmente, o cheiro e o sabor do cloro podem ser sentidos, mas para o consumidor é uma garantia de que a água está desinfectada, logo não tem microrganismos que podem prejudicar a sua saúde. Se o incomoda este facto, 
aconselha-se a deixar repousar a água por alguns minutos num recipiente, em local fresco, até que desapareça o cheiro e o sabor.
Porque é que às vezes a água da torneira  está branca ?
A cor branca deve-se à existência de ar dissolvido na água. Normalmente esta situação acontece devido à pressão da água nas canalizações e é passageira, bastando deixar repousar a água num copo durante alguns minutos. Importa salientar que a água está própria para consumo, normalmente este facto, não tem qualquer interferência na qualidade da água para consumo humano.
Porque é que às vezes se ouvem ruidos nas canalizações e a água sai aos « Jorros»?
Após uma falta de água ou ausência prolongada de casa, podem ocorrer ruídos na canalização e ao abrir a torneira a água pode sair aos “jorros”, sendo provocados pela acumulação de ar nas canalizações. Aconselha-se a deixar correr a água durante alguns minutos, pois a situação estabilizará.
 
Qual a legislação que regula a qualidade da água para consumo ?
A legislação que a Esposende Ambiente cumpre em termos de qualidade da água para consumo é o Decreto-Lei nº306/07, de 27 de Agosto. A Esposende Ambiente elabora e implementa anualmente um Programa de Controlo da Qualidade da Água para a zona de abastecimento de Esposende, devidamente aprovado pelo IRAR e divulgando os resultados ao público, e um Programa de Controlo Operacional na rede de distribuição da água.
Onde consultar os resultados das análises da qualidade da água?
Os resultados das análises realizadas pela Esposende Ambiente no cumprimento da legislação em vigor, são divulgados trimestralmente em Editais, e:
- Enviados à Autoridade de Saúde Concelhia; 
- Enviados a todas as Juntas de Freguesia do Concelho, para afixação em local acessível à consulta dos consumidores; 
- Afixados na Câmara Municipal de Esposende; 
- Afixados no Edifício Sede da Esposende Ambiente; 
- Disponíveis para consulta no site da Esposende Ambiente
- Disponíveis para qualquer consulta, esclarecimento e/ou reclamação no Sector de Controlo da Esposende Ambiente.